Adicionando segurança com a têmpera do vidro

O vidro é um material simples que tem em seu processo de fabricação matérias-primas simples como alumina (óxido de alumínio), barrilha (carbonato de sódio), areia, calcário e produtos químicos que agem como corantes ou descorastes, dependendo da aplicação ou do modelo de vidro que será fabricado. Apenas esses "ingredientes" são responsáveis pelo vidro comum que usamos em nossas casa e em aplicações cotidianas. Contudo, para alguns outros usos esse vidro não é recomendado por conta de sua fragilidade.

Como esse problema é resolvido?

Uma das maneiras encontradas para resolver esse problema foi a têmpera do vidro. Com apenas um processo químico ou térmico, durante a fabricação do vidro, foi possível deixa-lo mais forte, flexível, resistente e durável do que os vidros comuns disponíveis até então no mercado. Naturalmente, por todas as vantagens que esse tipo de vidro tem, ele começou a ser escolhido como principal opção para a fabricação de uma série de produtos. Entre esses produtos estão:

  • Janelas;
  • Portas:
  • Tampos;
  • Boxes;
  • Divisórias.

Como é feita a têmpera do vidro?

Existem duas formas de realizar a têmpera em um vidro comum. O primeiro, e mais comum é o processo térmico. Nesse processo que tem como princípio aquecer o vidro dentro de um forno horizontal até uma temperatura de cerca de 600ºC, até que fique em estado "pastoso", em seguida o vidro é resfriado bruscamente com jatos de ar frio. Com esse choque térmico (daí o nome) intenso o vidro da parta interna continua um pouco mais que e, por consequência, mais flexível e o vidro da parte externa fica mais rígido e resistente o que garante ao vidro sua alta absorção a impactos, além de grande resistência a variações térmicas.

A outra técnica usada para produção de vidros temperados é a química. Nela o vidro comum é aquecido até a mesma temperatura do processo anterior e colocado em um banho de nitrato de potássio, ocorre uma troca de íons entre o produto e o vidro garantindo a ele uma dureza muito maior que vidros comuns. Uma diferente importante entre os modos de fabricação é que esse tipo de vidro, quimicamente temperado, não tem grande resistência a variações de temperatura, porém a têmpera do vidro garante um vidro extremamente rígido.

O vidro é seguro?

Além de garantir a segurança da casa, apartamento ou empresa o vidro temperado também possui uma característica especial que dá a ele uma enorme vantagem em comparação a outros tipos desse produto. Quando levado a situações extremas e, por conta disso, graças a têmpera do vidro, ele se fragmenta em vários pequenos pedaços que são menos perigosos que os cacos de vidro normal que estamos acostumados. Em outras palavras o vidro temperado leva beleza, segurança e satisfação ao consumidor.


Regiões onde a Vidraçaria Ideal atende têmpera do vidro:


Principais regiões do Brasil onde a Vidraçaria Ideal atende têmpera do vidro: